quinta-feira, 29 de março de 2018

Rio Artes Manuais 2018: pontos positivos e negativos do evento

Rio artes manuais 2018 artesanato rio de janeiro

Neste mês de março, teve um evento super importante aqui no Rio, a 12° Rio Artes Manuais, que aconteceu dos dias 21 a 25 no Centro de Convenções Sulamérica, que fica no centro da cidade. Desde que eu assumi o crochê como atividade principal na minha vida, eu tinha muita vontade de conhecer este evento que é totalmente dedicado ao artesanato e acontece aqui no estado.

Logo que foram divulgadas as datas, eu fiquei atenta e me organizei para comprar o ingresso e também criar ter tempo para ir. E, quando vi que lá eu poderia me cadastrar para tirar a carteira do artesão então, fiquei mais animada ainda! 😃

Eu comprei o ingresso na loja Caçula aqui de Caxias por R$18, o valor da inteira. Achei o preço OK, acessível. Para tirar a carteira do artesão era preciso fazer um pré-cadastro no site do Programa de Artesanato do RJ. Eu consegui vaga para a sexta-feira, dia 23. Então, fui à Rio Artes neste dia. E estou fazendo este post para contar um pouquinho do que eu achei do evento.


Programa do Artesanato Brasileiro


Rio artes manuais 2018 artesanato rio de janeiro
Momentos antes do início da palestra sobre o Programa do Artesanato Brasileiro.

Para mim, a melhor parte do evento foi a palestra ministrada pela equipe do Programa de Artesanato do RJ. Eu gostei muito porque foi esclarecedora sobre o trabalho que vem sendo feito nesta área aqui no Estado e também porque fiquei sabendo dos benefícios a que o artesão passa a ter direito com a carteira. Quando eu receber a minha, com certeza farei um post todinho sobre isso aqui no blog. 😉

Estavam sendo cadastrados 350 artesãos por dia de evento e, como eu peguei a senha 203, tive que aguardar um bom tempo até ser atendida. Então, entrei logo na feira para conferir o que estava sendo exposto.

Eu achei a feira pequena, com poucos expositores. Claro que as principais empresas do setor estavam lá: Círculo, Coats Corrente, Acrilex, Kit, Fitas Progresso, entre outros. Mas, eu fiquei um pouco desapontada com o que vi nos stands... Falo especificamente em relação às empresas do setor de crochê e tricô.


O que faltou no evento:


Faltou informação de Moda


Eu imaginava que este evento fosse uma oportunidade pras empresas mostrarem as suas novidades ao vivo pros consumidores. Achei que eu veria de perto os últimos lançamentos de fios e cores de cada uma, que teriam várias peças incríveis expostas, com a indicação das linhas utilizadas na confecção e dentro das tendências da próxima estação. Mas não tinha nada de informação de Moda!

Rio artes manuais 2018 artesanato rio de janeiro
Stand da Círculo.

A programação de todo o dia dos stands eram apenas oficinas destinadas à confecção de peças básicas! Nada que as empresas já não postem diariamente em seus canais no Youtube. E nada que a imensa maioria das artesãs que foram à feira já não soubessem fazer.

Eu acho que esta era uma excelente oportunidade pras empresas oferecerem informação de Moda às artesãs que, em sua maioria, trabalham a vida inteira sem ter esse tipo de direcionamento. Não digo que era para dar um curso de Moda, mas apenas citar quais são os modelos que estarão em alta, as cores, as tendências que vão nortear a próxima estação e como isso afeta o trabalho, as vendas e a renda delas...

E eu sei que as empresas têm estas informações. Então, porque não passar um pouco disso pras artesãs, que são as grandes consumidoras dos seus produtos e poderiam inclusive vender mais e, consequentemente, comprar ainda mais ao trabalharem de forma mais direcionada?

Eu, como estilista, sei onde encontrar estas informações. Mas a imensa maioria das artesãs não. E a Rio Artes Manuais seria uma ótima oportunidade de levar isso até elas.


Faltou foco em capacitação


De um modo geral, acho que faltou focar em capacitação. O país está em crise, o Estado do Rio mais ainda e o artesanato tem sido uma alternativa de renda para muita gente. Para mim inclusive. Então, eu acho que um evento como esse podia oferecer palestras e workshops voltados à questões como venda, precificação, empreendedorismo, economia criativa...

Pode ser que tenha tido tudo isso nas edições anteriores. Mas, eu só posso falar da edição deste ano. E, nesta, não tinha nada. Eu senti falta da presença do Sebrae, por exemplo, que dá todo um suporte aos micro e pequenos empresários. Senti falta do Elo7 também, que é o maior e-commerce de artesanato do país.

Ou seja, a gente está num momento de crise econômica e um evento como este, voltado ao setor de artesanato, que tem algumas dificuldades crônicas a superar para crescer, se limita a ser apenas um momento de recreação pros artesãos. Sim, recreação, porque foi isso que eu vi acontecer ali.


Faltou seriedade por parte do público


E, se eu fiquei decepcionada com o que foi apresentado pelos expositores, a impressão que o público me passou também não foi das melhores. O que eu vi foi um exército de senhorinhas desesperadas, pulando de uma fila para outra, às vezes passando mais de 1h em cada fila, tentando conseguir vaga no maior número de oficinas possível apenas para ganhar modestos brindes. Eu fiquei chocada! Dava até uma certa vergonha alheia.

Rio artes manuais 2018 artesanato rio de janeiro
Stand da Coats Corrente.

Então, aquelas senhoras vão para um evento de artesanato para passarem o dia se estapeando em imensas filas apenas para ganharem 1 ou 2 novelos de linha e uma bolsinha de tnt? Pelamor!

Ou eu sou a diferentona ou o foco dos expositores e do público está muito equivocado. Repito, o país não está no seu melhor momento econômico. E nem todo mundo consome artesanato, certo? Então, um evento como este devia ser encarado com uma maior seriedade por parte dos expositores e do público. Era para ser um momento de informação e capacitação.


Pontos positivos:

Agora, gente, eu fiz estas críticas não com a intenção de detonar o evento, muito pelo contrário, é porque eu quero que ele melhore. A Rio Artes Manuais é muito importante pro setor e pro nosso estado. Geralmente, os melhores eventos profissionais se concentram todos em São Paulo, mas este acontece aqui e precisa continuar vivo!

Rio artes manuais 2018 artesanato rio de janeiro
Stand da Prefeitura do Rio.


Visibilidade ao setor

Graças à esta excelente iniciativa da Caçula, grande organizadora do evento, nós temos uma feira de artesanato aqui no Rio que dá visibilidade ao setor e aos artesãos. Ela mostra que a gente existe e que somos muitos.


Excelente organização

Quero aproveitar para não só criticar, mas falar bem também. A organização do evento estava excelente. Todos estavam atendendo super bem, super simpáticos. Toda informação e orientação que precisei eu tive sem stress.

Tinham opções diferentes de refeição no local. Tudo estava bem sinalizado. Tinha a Praça do Artesão, que era um ponto de venda de diferentes produtos artesanais.

Ou seja, a intenção e a organização já são boas. O que falta é mais engajamento na esfera econômica e mais conteúdo que agregue ao fazer do artesão. Mas, com certeza foi uma experiência positiva. Eu gostei muito de ter conhecido a Rio Artes Manuais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga @vestimentarte