quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Já tinha um tempo que eu queria começar a publicar aqui no blog posts com looks de crochê de mulheres famosas. É verdade que já fiz isso algumas vezes, como quando falei dos looks da Érika Januza na época da novela O Outro Lado do Paraíso, quando mostrei peças de crochê usadas pela Sabrina Sato no carnaval deste ano e também quando escrevi sobre os looks de festival da Thaila Ayala e algumas outras famosas neste post aqui.

Mas foram textos pontuais e eu tinha vontade de fazer uma série mesmo, mostrando mais famosas e mais looks periodicamente. Então, eis que, finalmente, nasce o primeiro post neste formato. E, para iniciar a série, ninguém melhor do que ela, que é linda, está sempre usando várias peças maravilhosas de crochê e, além de tudo, está no ar como protagonista da atual novela das 9 O Sétimo Guardião. Sim, ela mesma: Marina Ruy Barbosa!

A atriz é sempre clicada vestindo diferentes peças de crochê nas mais diferentes ocasiões. Da praia ao trabalho, passando por passeios no shopping, ela veste desde biquínis e maiôs a lindos vestidos de festa confeccionados com nossa amada técnica handmade. E a ruiva tem muito bom gosto, viu. Porque são só peças lindas!


Vestido Azul Turquesa / Saída de Praia Sereia

Para começar, eu escolhi este look que, para mim, é o mais lindo de todos! Este vestido / saída de praia a atriz usou na gravação de um comercial para as sandálias Ipanema em 2015.

Vestido Crochê Sereia Turquesa Marina Ruy Barbosa
Foto: Reprodução / Instagram
A cor do vestido, além de fazer um lindo contraste com a cor do cabelo de Marina e o rosa escolhido para as sandálias usadas pela atriz na propaganda, também remete diretamente ao universo das sereias. E o colar com pingente de concha deixou ainda mais explícita esta ideia. Confira mais fotos deste vestido lindo.

Vestido Crochê Sereia Turquesa Marina Ruy Barbosa
Fonte: Pinterest


Vestido Crochê Sereia Turquesa Marina Ruy Barbosa
Confira mais de perto o ponto usado no vestido.
Foto: www.ofuxico.com.br

Veja também:


Biquínis e Maiôs / Bodies

Continuando no clima de praia, vale destacar os biquínis de crochê que a atriz usou no ensaio sensual que fez para a Revista Vip em 2016, quando foi eleita a mulher mais sexy do mundo pela publicação.

Biquíni Crochê Marina Ruy Barbosa Revista Vip
Fotos: Reprodução / Instagram
Este modelo em tecido azul com as bordas em crochê é da grife Giovana Dias que, aliás, é uma das marcas preferidas da atriz. O valor do biquíni na época era de R$620 (informações do site elasnotapetevermelho.com.br)

Biquíni Crochê Marina Ruy Barbosa Revista Vip
Fotos: Reprodução / Instagram
Já este biquíni off white todo em crochê e no modelo cortininha é assinado por Amir Slama. O estilista também criou esse maiô bege que a atriz usou em outras fotos do ensaio. As peças deste modelo foram vendidas por R$1.180 nas lojas da grife (informações do site elasnotapetevermelho.com.br).

Maiô Crochê Marina Ruy Barbosa Revista Vip
Fotos: Reprodução / Instagram

Já este maiô verde usado pela atriz durante uma viagem à Bahia é outra peça da grife Giovana Dias.

Maiô Crochê Marina Ruy Barbosa Giovana Dias
Fotos: www.purepeople.com.br

Saia Branca Assimétrica

Saia Branca Crochê Marina Ruy Barbosa
Fonte: entretenimento.r7.com
Saindo das areias e entrando nos looks do dia a dia da atriz, esta saia de crochê assimétrica foi escolhida por Marina para um passeio no shopping.


Vestido Rosa 

Vestido Rosa Crochê Marina Ruy Barbosa
Fonte: fashionistasdeplantao.com
Este vestido rosa que a atriz usou num evento em Fernando de Noronha no início de 2017 é da grife Bobô e custava cerca de R$2.000 na época.


Vestidos de Tricô

Para finalizar, temos os vestidos da atriz que, na verdade, são de tricô, mas que a imensa maioria dos sites internet afora insiste em dizer que são de crochê. Bom, para quem não tem familiaridade com o universo handmade, realmente, acaba sendo mais difícil diferenciar uma técnica da outra mesmo. Por isso, eu quis trazer estas peças pro post, mesmo elas não sendo de crochê, exatamente para esclarecer a diferença.

Vestido Azul Tricot Marina Ruy Barbosa
Vestido azul lindo! Mas não é crochê.
Fonte: www.purepeople.com.br

Vestido Vinho Galeria Tricot Marina Ruy Barbosa
Foto:elasnotapetevermelho.com.br
Vestido vinho lindo e que também não é de crochê, mas sim de tricô de máquina e é da grife Galeria Tricot, muito usada pela atriz. A ruiva também adora os vestidos longos da marca.

Vestido Longo Galeria Tricot Marina Ruy Barbosa
Fonte: www.purepeople.com.br

Vestido Longo Galeria Tricot Marina Ruy Barbosa
Fonte: Reprodução / Instagram
Vestido Longo Galeria Tricot Marina Ruy Barbosa
Fonte: Pinterest

Está provado que Marina Ruy Barbosa adora looks com o visual romântico e delicado que as peças em tramas vazadas proporcionam, sejam elas feitas à mão ou não. Fato é que a atriz tem muito bom gosto na hora de se vestir e fica linda usando qualquer coisa, não é verdade?!

Espero que tenham gostado do post. E, se você se interessou por alguma das peças de crochê e gostaria de encomendar uma igual, é só mandar um e-mail pro blog solicitando um orçamento: contato@vestimentarte.com.br

domingo, 9 de dezembro de 2018

Centro de Mesa Crochê Dourado Anne Brilho

Acabei de finalizar esta encomenda de Natal e já trouxe aqui pro blog para mostrar para vocês! É um Centro de Mesa que a cliente Lívia me pediu através do Instagram após ver fotos das peças de Natal que eu fiz no ano passado e mostrei aqui neste outro post.

Esta nova peça tem como base o mesmo ponto fantasia, mas eu mudei a repetição do motivo para adaptá-lo a esta peça que tem o diâmetro bem maior, são 87 cm.

O fio usado é a linha Anne Brilho da Círculo na cor 7532. É a primeira vez que trabalho com este fio dourado e gostei bastante. Confesso que, quando olhava pro novelo fechado na loja, eu duvidava um pouco de que uma peça  feita com ele realmente ficasse dourada, pois é uma linha normal de algodão envolvida com um fio metalizado que não a cobre totalmente.

Centro de Mesa Crochê Dourado Anne Brilho


Mas, como se pode ver nas fotos, a peça fica dourada sim! E linda! Eu gostei muito do resultado final. Me surpreendeu. Agora, é um fio que exige uma delicadeza maior ao tecer. É preciso ter cuidado para não embolar nem partir o fio metalizado.

Eu, como crocheto com uma certa rapidez este tipo de peça aberta, tive que desacelerar várias vezes e ir com calma. Mas valeu a pena o esforço! Eu simplesmente amei! Achei lindo! E espero que a cliente também goste.

Centro Toalha de Mesa Crochê Dourado Natal

E vocês, gostaram? Já tinham trabalhado com este fio antes? Conta aí nos comentários!

Para quem se interessou em adquirir esta peça, é só acessar o link abaixo para encomendar:

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Vale a pena vender artesanato na internet

Neste último mês de outubro, fez 2 anos que eu abri a minha loja no Elo7. Por isso, eu decidi escrever este post como forma de refletir sobre como tem sido a minha experiência vendendo no site ao longo deste período. E também para, quem sabe, ajudar você que, assim como eu, gosta de artesanato, também produz suas peças, e está aí pensando se abre ou não uma loja por lá em 2019.


Como funciona o Elo7?

Bom, antes de mais nada, eu começo com um breve resumo de como funciona o site. Para quem não sabe, Elo7 é um marketplace, ou seja, um site que reúne várias lojas individuais dentro dele, como se fosse um shopping virtual. Para abrir a sua loja lá, você não paga nada. Não é cobrada nenhuma taxa ou mensalidade, somente uma porcentagem sobre o valor de cada venda efetuada. Se não vender nada, não paga nada.


Comissões X Publicidade

As comissões cobradas sobre os pedidos podem ser de 12%, no caso dos produtos cadastrados em anúncios comuns ou 18%, se você escolher o anúncio plus, que promete uma exposição maior em todas as campanhas de marketing feitas pelo site.

Em troca das comissões, o Elo7 investe em publicidade para levar clientes para dentro da plataforma e, mais precisamente, para dentro da sua loja ao veicular as fotos dos seus produtos. Isso desde que elas estejam em conformidade com as exigências que constam nos termos de uso do site, como não ter marca d'água, ter uma boa qualidade e resolução, etc.

Há também a possibilidade de pagar apenas 6% de comissão com o link de venda direta que eles passaram a disponibilizar no ano passado e que você pode usar para divulgar seus produtos nas redes sociais ou enviar diretamente pros clientes via Whatsapp, Messenger, etc. Eu, por exemplo, uso também nos posts que faço aqui no blog.



Marketplace X Loja Própria

Boa parte dos lojistas acha as comissões muito altas, e alegam que, no início, o valor cobrado era bem menor. Bom, quando eu entrei no site, a porcentagem mínima já era de 12%. E, realmente, não é um valor assim tão baixo. Mas, eu aceitei as condições e fui tocando o barco. E, agora que eu estou montando um site próprio para mim, estou vendo na prática a diferença que faz estar dentro de um marketplace quando o assunto é visibilidade.

Com um site próprio, você está totalmente por sua conta e, se você não investe em publicidade, ninguém entra na sua loja. Principalmente no caso de um site recém lançado como o meu. Claro que, dentro de um marketplace, você também precisa fazer a sua publicidade própria, divulgar nas redes sociais, etc.

Mas lá você sabe que sua loja terá um volume de tráfego certo vindo de dentro da própria plataforma. Tirando o período em que o Elo7 estava lançando o novo sistema de Coleções, claro. Fase em que a grande maioria das lojas teve quedas bruscas nas vendas. A minha inclusive.

Mas, eu não estou dizendo aqui que a gente deva se acomodar dentro de um marketplace e não procurar outros canais de venda. Ao contrário, em quanto mais lugares você puder colocar o seu produto, melhor. Eu mesma estou montando a minha loja própria na Minestore (ainda estou testando, futuramente farei um post sobre) exatamente para não ficar refém do Elo7. Mas é bom estar atento às vantagens e desvantagens de cada opção.

E-commerce carrinho compras teclado
Imagem: www.wreducacional.com.br

Loja Virtual tem um tempo de maturação

Agora, mesmo dentro de um marketplace, loja virtual é um negócio que demora para dar frutos. É preciso muito trabalho, estudo, dedicação e, principalmente, perseverança para não desistir logo no início.

Digo isso por experiência própria. Eu abri a minha loja no Elo7 em outubro de 2016 e, somente 10 meses depois, eu fiz a minha primeira venda. E, mesmo assim, vendi o produto mais barato cadastrado na loja.

É aquela velha história. A sua loja é nova, ninguém te conhece. Como os clientes vão saber que você é realmente confiável e irá entregar o produto, ou ainda que ele chegará exatamente como você anunciou? Pois é, por isso, conseguir vender antes de ter a sua primeira avaliação no site não é uma tarefa fácil.

Mas, claro que eu já vi outros lojistas da plataforma relatando que fizeram sua primeira venda com bem menos tempo que eu. Alguns disseram ter vendido com 2 meses de loja, outros com 1 mês. E tem pessoas que dizem ter conseguido vender logo na primeira semana. Sim, é possível, mas com certeza, são casos raros. Há lojistas que afirmam ter demorado mais de 1 ano para começar a vender.


Importância das Avaliações dentro da plataforma

Avaliações Elo7
Imagem: blog.elo7.com.br

Bom, cada caso é um caso. E quanto tempo você irá demorar para realmente começar a vender não há como saber. Mas, uma coisa é fato: depois da primeira avaliação, as coisas começam a fluir naturalmente. Foi assim comigo. Depois do primeiro depoimento de cliente, eu não demorei a fazer a 2° venda. E, desde então, tenho tido um fluxo de pedidos constantes e também novas avaliações.

Elas são muito importantes dentro da plataforma, pois são o seu cartão de visitas dentro do site. Ficam logo na página inicial da loja e são sempre consultadas por novos clientes que buscam saber se sua loja é confiável.

Eu gosto bastante do sistema de avaliações do Elo7. Acho muito importante que o cliente possa avaliar o meu produto e que o relato dele fique ali visível gerando reputação pra loja. Fora que isso nos inspira a prestar sempre um bom atendimento.

Mas, outra coisa também é certa: só uma pequena parte dos clientes deixa uma avaliação após receberem o produto. A grande maioria nem fala mais com você, rsrs. O que, de certa forma também é um feedback positivo, pois, se alguma coisa tivesse dado errado, eles com certeza voltariam para reclamar.

Devido a essa característica dos clientes online, eu me considero uma sortuda pela minha primeira venda na loja já ter sido avaliada, pois isso não é garantido. Já vi muitos lojistas reclamando de já terem feito muitas vendas, mas terem pouquíssimas avaliações.


Como é o suporte do site?

Bom, graças a Deus, até hoje teve pouquíssimas vezes em que eu tive que acionar o suporte do site.  Uma delas foi naquele episódio do roubo que contei neste outro post. Mas, nas vezes em que precisei, eu fui bem atendida e tive o problema solucionado. Não tenho do que reclamar.


Mas, e aí, vale a pena ou não?

Ponto Interrogação coloridos
Imagem: br.depositphotos.com

Bom, eu falei, falei, o post ficou gigante. Mas agora vamos ao ponto principal. Afinal, vale a pena ou não vender no Elo7? Olha, como artesã e empreendedora, que ama fazer cada produto, que faz tudo absolutamente sozinha, e que tem pouca margem para fazer grandes investimentos, eu te digo que vale.

Vale pela exposição natural que a sua loja tem, pela confiança que uma plataforma já bastante conhecida passa aos clientes. Por ter uma divulgação já garantida, mesmo que não seja suficiente na maioria dos casos.

Vale se você ainda não tem um volume grande de vendas mensais para ter um contrato exclusivo com os Correios ou com uma transportadora e assim poder oferecer frete com desconto. Vale porque é muito fácil abrir uma loja lá, não precisa ter CNPJ, não precisa ser registrado como MEI, mas pode ser. Vale porque não paga nada, só quando vende.

A plataforma tem os seus problemas? Sim, claro. A questão das divergências de PLP (Pré Lista de Postagem dos Correios) é um pouco obscura, nem todas as lojas recebem a mesma divulgação, as comissões poderiam ser mais camaradas, eles não dão muita importância pro que os lojistas dizem... 
Mas é aquilo, todas as plataformas sempre terão problemas. E, se você, assim como eu, trabalha sozinho, é bom poder ter acesso aos facilitadores que o site oferece. 

Porém, de forma alguma fique restrito ao Elo7. Tenha também o seu site próprio, redes sociais não precisa nem dizer, né. Venda no Mercado Livre também, tente outros marketplaces. Tenha também um blog. Eu digo por experiência própria que ajuda muito. 

Mas só tenha se você também gostar de escrever e produzir conteúdo. Não tenha só por causa da loja, porque um blog dá muito trabalho. Eu só tenho porque gosto e porque quero falar de outros assuntos também.

Bom, é isso. Deixa eu parar, se não esse post não tem fim. Espero ter conseguido passar para você como funciona o site e espero que o relato da minha experiência o ajude de alguma forma.

Leia também:
Como reaproveitar caixas de papelão para enviar produtos pelos Correios
Como conseguir reembolso dos Correios por Objeto Roubado durante a entrega

domingo, 25 de novembro de 2018

Se você é crespa ou cacheada, com certeza já ouviu falar da Lola Cosmetics, marca de produtos para cabelos que se tornou bastante famosa nos últimos anos, principalmente entre as meninas que resolveram assumir seus crespos naturais

A empresa em questão investe pesado no marketing, seduzindo as consumidoras com embalagens descoladas e promessas de resultados milagrosos após o uso. E esta combinação funciona tão bem que a maioria das pessoas parece não se importar com os altos preços praticados pela Lola.

Eu, ao contrário, sempre olhava pros produtos com uma certa desconfiança quando os via nas prateleiras. Pensava: "Será que é isso tudo mesmo? Vale esse dinheiro todo? "

Máscara de Hidratação Morte Súbita Lola Cosmetics Resenha
Máscara de Hidratação Morte Súbita Lola Cosmetics

Foi assim até uns meses atrás, quando vi que um dos famosos cremes, mais precisamente a embalagem de 450g da Máscara de Tratamento Morte Súbita, tinha baixado para R$ 34,90 na maioria das lojas aqui de Caxias depois de passar anos nas alturas. Aí resolvi testar.

Levei um pote para casa e experimentei logo na lavagem seguinte. Mas...pense numa pessoa decepcionada... A máscara nem de longe era essa Coca-Cola toda. E eu nem precisei terminar a lavagem para constatar isso.

Creme espesso demais dificulta o desembaraçar 

O creme é muito espesso, é o mais grosso que já usei. Tão grosso que fica difícil enluvar o cabelo com ele. Desembaraçar mais ainda. Os dedos travam o tempo todo. Sério, eu tive que molhar a mão com água várias vezes e passar sobre o cabelo com creme para conseguir desembaraçar.

Máscara de Hidratação Morte Súbita Lola Cosmetics Resenha
Até pela foto dá para ver o quanto o creme é espesso.

Como o meu cabelo é fino, nessa brincadeira, eu tive muitos fios quebrados. E, após enxaguar, o resultado também não foi bom. Senti o meu cabelo grosso, sabe? Rebelde e mais difícil de pentear do que o normal.

Depois desse dia, eu usei a máscara mais uma vez só para ver se era isso mesmo. E não deu outra: tudo igual. Com essa decepção, era inevitável pensar: "Nossa, tanta propaganda para isso?! Cadê a hidratação milagrosa? Tudo mentira!"

Mas, depois eu vi que era mais uma questão de santo mesmo, sabe? O meu cabelo não se deu com o produto, não curtiu. O que não quer dizer que o creme seja ruim. Na verdade, ele parece ser bom, parece ter componentes de qualidade e concentrados, tem um cheiro bastante agradável, é consistente (até demais, rs).

Mas, fazer o quê? Com o meu cabelo não rolou. Após as 2 tentativas de usá-lo sozinho e obtendo um resultado insatisfatório, eu resolvi misturá-lo com um creme que dá super certo pro meu cabelo, o Hidratação Profunda da Tresemmé. Aliás, meu cabelo ama Tresemmè! Então, usando misturado com este, o resultado melhora um pouco. Tá dando para levar, só para não jogar fora mesmo. Detesto desperdício.

Aliás, por ser tão espesso, este creme acaba rápido, não rende nada. Eu usei 3X apenas, sendo que, na terceira, usei misturando com outro creme, e mesmo assim, olha como o pote já ficou abaixo do meio.

Máscara de Hidratação Morte Súbita Lola Cosmetics Resenha
Alta consistência da máscara faz com que ela não renda muitas aplicações.

Bom, esta é a minha experiência com a Máscara de Hidratação Morte Súbita da Lola Cosmetics. Não deu certo para mim, mas pode ser que dê para você. Para ajudar na sua decisão, deixo aqui abaixo algumas informações da embalagem do produto:

Informações da embalagem:

"Nosso tratamento Morte Súbita é assim, ou você ama ou não conhece. Penetra nos fios sem pedir licença, acabando com os dias de cabelos secos e detonados sem ter dó nem piedade."

Livre de: Glúten, Sulfatos, Corantes Sintéticos, Ftalatos, OGMs, Parabenos, Silicone Insolúvel, Cloreto de Sódio, Óleo Mineral, Parafina, Derivados de Animais.


Composição: Aqua/Eau/Water, Cetearyl Alcohol, Behentrimonium Methosulfate, Caprylic/Capric Triglyceride, Cocos Nucifera (Coconut) Oil, PEG-180M, Phytosteryl, Behenyl, Octyldodecyl Lauroyl Glutamate, Aqua (and) Hydrolyzed Vegetable Protein PG-Propyl Silanetriol, PPG-3 Benzyl Ether Myristate, Theobroma Cacao (Cocoa) Seed Butter, Hydrogenated Farnesene, Aloe Barbadensis Leaf Extract, Cetrimonium Chloride, Sodium PCA (and) Sodium Lactate (and) Arginine (and) Aspartic Acid (and) PCA (and) Glycine (and) Alanine (and) Serine (and) Valine (and) Proline (and) Threonine (and) Isoleucine (and) Histidine (and) Phenylalanine, Propylene Glycol, Hydroxyethyl Urea, Disodium EDTA, BHT, Citric Acid, Caprylyl Glycol (and) Phenoxyethanol, Fragrance / Parfum, Linalool, Limonene.


Leia também:
Shampoo sem sulfato Less Poo Yamasterol [Resenha]

sábado, 17 de novembro de 2018

Oi, gente! Tô numa correria louca produzindo os pedidos de fim de ano, mas arrumei um tempinho para fazer este post porque, além das encomendas das clientes, eu também estou me dedicando a criar produtinhos novos para ter a pronta entrega na loja. E é exatamente uma destas peças novas que eu acabei de fazer que trouxe para mostrar para vocês no post de hoje.

                                          Trata-se desta linda Bolsa Redonda Azul Royal!

Bolsa Redonda Crochê Azul Corrente Comprar Online

Tendência Verão 2019

As bolsas redondas são tendência já há algumas temporadas e continuam firmes e fortes para o verão 2019. Sejam feitas de couro, palha ou crochê, as redondinhas proporcionam um visual retrô e super estiloso ao look. 

Por isso, este modelo não poderia faltar na Vestimentarte. E eu escolhi confeccioná-lo-lo em crochê, claro! Minha técnica preferida forever. :)

A Bolsa Redonda de Crochê Vestimentarte é feita em linha 100% algodão e forrada com tecido estampado também de algodão. Eu adoro bolsas com compartimentos internos. Então, adicionei ao forro 2 bolsinhos com fechamento em velcro para guardar moedas, documentos, essas coisas. São detalhes que ajudam na organização, né?!

Bolsa Redonda Crochê Azul Corrente Comprar Online



Tem outro detalhe que fiz questão de incluir também. Sabe quando a alça da bolsa é toda de corrente e o peso começa a machucar o ombro? Que mulher nunca sofreu com isso? Pois com esta bolsa, você não tem este problema. As alças são de corrente de metal prata, mas eu adicionei uma parte em crochê exatamente na região que pega no ombro para dar conforto ao usar. 😉 

Já o fechamento externo é com zíper preto que tem este chaveiro de tassel na ponta na mesma cor da bolsa para dar o toque final à peça.

Taí uma bolsa estilosa, numa cor que combina com qualquer look e no tamanho ideal para te acompanhar na balada, no cineminha, naquele passeio com as amigas...

Se você ficou com vontade de ter esta bolsa para chamar de sua, é só acessar um dos links abaixo para adquirir:

domingo, 4 de novembro de 2018

Mandala Crochê Reaproveitamento de Materiais

Esta semana eu fiz minha primeira mandala de crochê! ❤ Sim, apesar de crochetar há muitos anos, até hoje eu ainda não tinha confeccionado nenhuma mandala. Não por falta de vontade, mas de tempo mesmo. Sempre tem alguma encomenda para fazer, algum modelo novo para tirar do papel, as outras demandas da vida... e acaba que fazer crochê simplesmente por hobby vai ficando em segundo plano.

Mas, desde o mês passado, eu venho tentando mudar algumas coisas na minha rotina para conseguir criar tempo para me dedicar a coisas que eu passo a vida dizendo que vou fazer e nunca faço. E a mandala de crochê foi um desses desejos antigos que finalmente saiu do território das ideias para o mundo real.

Na verdade, a mandala que eu fiz é bem simples, pois foi confeccionada a partir de uma argola antiga que tenho há muitos anos e que mede apenas 9 cm de diâmetro. Então, a quantidade de pontos e cores foi pensada para caber neste tamanho.

Os demais materiais também são reaproveitados. Eu utilizei vários restinhos de linha que tenho há muito tempo e algumas miçangas também antigas. Então, além de toda a questão do simbolismo da mandala, tem também o reaproveitamento de materiais. Projetinho puro amor. ❤

Mandala Crochê Reaproveitamento de Materiais


Já em relação aos pontos utilizados, eu procurei por gráficos no Pinterest até encontrar algum que se encaixasse melhor. Estas são algumas das opções que salvei por lá.

Mandala Crochê Gráfico Receita

Mandala Crochê Gráfico Receita

Mandala Crochê Gráfico Receita
Confira mais gráficos na pasta de Mandalas que criei lá no Pinterest.

Mandala Crochê Gráfico Receita
Gráfico que segui como base pra mandala, mas fazendo alterações.

Eu me baseei mais neste último gráfico, mas não o segui totalmente, fui adaptando a receita enquanto fazia. E gostei bastante do resultado, mas usei menos cores do que havia imaginado. Além disso, acho que a mandala teria ficado mais bonita se o círculo de pontos em laranja tivesse sido feito também em rosa. Mas tudo bem, eu não quis desmanchar só por causa disso.

Mandala Crochê Passo a passo

Mandala Crochê Passo a passo


Significado da Mandala

Eu sempre fui apaixonada por mandalas! Acho lindas! As cores, as formas geométricas, o formato circular, toda a combinação de elementos sempre me hipnotizou. E tem cada mandala linda de crochê! Eu salvei várias lá no Pinterest quando estava buscando inspirações.

Mas, após fazer a minha, eu fiquei com vontade mesmo foi de saber a real origem das mandalas. Então fui pesquisar a respeito e fiz um pequeno resumo das informações que encontrei:

Mandala, em sânscrito, significa círculo, sendo encontrada em religiões como o budismo e o hinduísmo. É uma representação geométrica da dinâmica relação entre o homem e o cosmo. Usada como instrumento para meditação entre os monges tibetanos por favorecer a concentração, a mandala simboliza o universo e a busca pela espiritualidade.

Para os índios nativos americanos, a mandala teria o poder de proteger e afastar os maus sonhos e espíritos malignos. Por isso, é também chamada de filtro dos sonhos. Para ler mais a respeito, acesse: todamateria.com.br/mandala/  pt.wikipedia.org/wiki/Mandala

Mandala Significado - Crochê Natureza Reconexão

Eu amei fazer esta humilde mandala com minhas próprias mãos e usando coisas que eu já tinha em casa. Foi como fazer a energia circular usando a criatividade para reunir materiais que estavam parados aqui.

Foi tudo bem significativo para mim, pois a mandala representa a busca pela conexão com o universo, a busca por harmonia. E eu estou num momento em que estou focando fazer as coisas com mais calma, sem pressa, apenas me entregando ao processo e deixando fluir. E esta mandalinha foi uma criação bem simbólica, como o marco de uma nova fase.

E você, também gosta de mandalas? Já fez alguma com suas próprias mãos, seja de crochê ou algum outro material / técnica? Conta para mim aqui nos comentários!