5 coisas que pretendo fazer durante a quarentena

A maioria das pessoas faz pipoca para assistir filmes. Eu faço para ler. Amo!

A pandemia de coronavírus que se alastrou pelo mundo vem mexendo com a rotina, os planos e a cabeça de todos nós. Neste momento, a colaboração de cada um é essencial para conter o avanço da doença. E nossa principal arma nesta luta é o isolamento social.

A empresa onde trabalho manteve as atividades normais até agora. O que quer dizer que eu ainda estou saindo de casa de segunda a sexta, pegando ônibus, enfim, tendo contato com diversas pessoas diariamente. Mas, provavelmente, na semana que vem, as atividades serão suspensas lá no trabalho. Isso é o melhor a se fazer neste momento: nos refugiarmos em nossas casas para preservar a vida de cada um e de todos.

Sem dúvida, os efeitos da pandemia de covid-19 na economia serão devastadores. Pessoas estão sendo demitidas, pequenas empresas irão fechar, trabalhadores informais estão ficando sem suas fontes de renda... Tudo muito triste.

Se tem um lado bom nisso tudo é esse tão necessário retorno para dentro de nós mesmos e de nossas casas proporcionado pelo período de quarentena. É como se a natureza estivesse nos convidando a parar e refletir sobre nosso modo de vida na marra.

De repente, nos vimos todos obrigados a nos voltarmos para o nosso próprio lar, para dentro de nós mesmos, para podermos nos curar.

Para mim, que sempre gostei de ficar em casa, não será sacrifício algum passar um período totalmente confinada sem pôr o pé na rua. Pelo contrário, já tenho uma lista imensa de coisas a fazer logo que a empresa suspender as atividades devido ao coronavírus.

Aqui listei as principais coisas que pretendo fazer neste período e que talvez possam te inspirar caso você ainda esteja se perguntando como irá preencher o seu tempo durante a quarentena:



1) Estudar

Este é o primeiro item da lista porque eu iniciei a minha segunda graduação (Administração) agora em 2020 e estou cheia de matéria acumulada. O curso é à distância pelo CEDERJ, que suspendeu as provas presenciais previstas para o fim de março. Mas, nem por isso, posso descansar e deixar os livros de lado. A quarentena oferecerá um tempo precioso para que eu coloque tudo em dia.

Além disso, também quero fazer alguns cursos online na FGV e na Udemy, por exemplo, que disponibilizaram diversas opções gratuitas pensando exatamente neste período de reclusão.  No meu caso, ainda contarão como horas de atividades complementares pra faculdade.



2) Ler

Ler está separado de estudar porque neste quesito, para mim, se encaixam as leituras que faço por simples prazer, sem pretensões acadêmicas ou profissionais. No momento, por exemplo, estou lendo o livro Clara Nunes: guerreira da utopia, biografia da cantora na versão e-book.

Ainda aproveitei que a Amazon também disponibilizou centenas de e-books do selo Scielo de forma gratuita e baixei alguns para ler depois que terminar o da Clara. Além da versão digital do livro da Nathalia Arcuri, que ela também está disponibilizando de graça neste período.



3) Fazer trabalhos manuais, como costurar e crochetar

Desde pequena, eu nunca fui muito de ficar em frente à TV assistindo nada. Quando não tinha aula, eu só via os desenhos que passavam de manhã e depois ficava "fazendo arte" no quintal, rs. E isso não mudou. Prefiro mil vezes passar o dia costurando ou crochetando do que maratonando séries e filmes. Costumo assistir Netflix somente à noite e olhe lá.

Estou cheia de projetinhos de costura e crochê que pretendo confeccionar neste período de reclusão. Aliás, já consegui finalizar um na mini quarentena deste fim de semana. Logo, logo sai post sobre ele.



4) Consertar coisas da casa

Já que passaremos um longo período sem sair de casa, que tal cuidarmos melhor dela? Este é um bom momento para fazermos aquelas coisinhas que a gente sempre deixa para depois, como consertar aquele utensílio quebrado, mas que dá para salvar ou a pia do banheiro que está sempre gotejando. Também vale replantar o jardim ou começar aquela hortinha de temperos que você sempre quis ter.

Por aqui, eu tenho a minha mesinha de cabeceira que eu mesma fiz, e desde então, falta pintar. O caixote que trouxe para casa há mais de um ano para transformar em prateleira e até hoje não fiz. Fora a eterna pilha de roupas para consertar...



5)  Meditar e fortalecer a espiritualidade

Por último, porém, mais importante do que todo o resto, separe um tempo todos os dias para cuidar do seu espírito. Neste momento, não podemos nos deixar abater pelo medo da doença. Precisamos cultivar nossa fé, nossa força interior para atravessarmos este período difícil.

Meditar é um hábito que eu tinha há alguns anos atrás e nunca mais consegui implantar de forma consistente na minha rotina de novo. Pretendo fazer isso agora, pois me faz muito bem e faz falta quando deixo de lado.

Procure manter-se informado sobre o que acontece, mas não fique buscando notícias sobre o coronavírus a todo momento. Não se esqueça de que o stress fragiliza o sistema imunológico. Tente manter-se tranquilo e centrado.

Junto com as dicas, deixo aqui também o meu alerta de que não se deve confundir quarentena com férias. Não romantize este período. O momento é de reclusão para evitar o avanço de uma doença e não uns dias que você vai tirar para se distrair em casa e sem consequência nenhuma.

Postar um comentário

0 Comentários