Vale a pena vender na Shopee? Como funciona o frete, comissão e pagamento?

como vender na shopee

A Shopee chegou chegando no mercado brasileiro. O site é hoje um dos marketplaces de maior sucesso no mundo todo, ameaçando até o gigante Mercado Livre aqui no Brasil. Eu mesma não estou mais vendendo no ML, mas abri uma loja na Shopee

Claro que eu não iria deixar de testar este novo canal de venda. Eu criei uma loja na Shopee no meio do ano passado, mas só recentemente cadastrei meus primeiros produtos por lá. Agora, após ter feito minha primeira venda, resolvi escrever este post aqui no blog contando como funciona o marketplace.

Se você ainda não vende na Shopee, mas está pensando em abrir uma loja por lá e quer saber como o site funciona pros vendedores, na prática, este post é para você.



Abrindo uma loja na Shopee


A primeira dificuldade em vender na Shopee é exatamente o cadastro. O que geralmente é um procedimento simples, me custou algumas horinhas de insistência, já que o processo foi meio chatinho. 

Ao contrário de outros marketplaces, como o Mercado Livre, a Shopee não tem um painel de controle lá muito intuitivo. São muitas informações, muitos campos, e não fica muito claro onde clicar para fazer cada coisa.

Para se cadastrar, é preciso baixar o app da Shopee e fazer o cadastro pelo celular. Até aí OK, só que foram dando alguns bugs pelo caminho. Não consegui usar o nome original da minha loja, mesmo não tendo outra com mesmo nome no site, o cadastro demorou um pouco para ser aprovado... 

Mas, no fim das contas consegui concluir. E uma coisa legal é que, assim como no Mercado Livre, não é preciso ter CNPJ para vender por lá.



Quanto paga para vender na Shopee?


Não é cobrada nenhuma mensalidade para vender no site, e sim uma comissão sobre cada venda efetuada. E é aí que está a minha principal queixa em relação à plataforma. 

A Shopee divulga oficialmente que a comissão cobrada do vendedor é de 12% sobre o valor do produto, com o limite de até R$100 de comissão por produto. Porém, em todas as vendas que efetuei, foram cobrados 18% de comissão e não 12.  

A plataforma explica que os 6% adicionais de comissão só são cobrados se o vendedor aderir ao Programa de Frete Grátis Extra, que é quando o anúncio do produto fica com aquele bannerzinho embaixo, indicando frete grátis.

Produtos à venda na Shopee com o benefício de frete grátis pro comprador.
 
Porém, eu não aderi a nada. E já revirei o site inteiro tentando encontrar onde fica essa opção de alterar a comissão e o frete, mas até hoje não encontrei. 

Não é que eu não queira oferecer frete grátis pros compradores, eu sei que este é um atrativo muito importante para a compra dentro da Shopee. A questão é que a plataforma divulga uma coisa como opcional, quando na verdade, ela obriga os vendedores a praticarem.



O vendedor que paga o Frete Grátis?

Uma das dúvidas que eu tinha antes de começar a vender na Shopee era sobre quem pagava o frete grátis anunciado pelo site. Então, agora como vendedora da plataforma, eu posso esclarecer esta que é também a dúvida de muita gente antes de iniciar.

Não, não é o vendedor que paga o frete grátis, como no Mercado Livre. A única cobrança é dos 6% a mais na comissão sobre o valor da venda, totalizando 18%. 

A minha única reclamação, como expliquei acima, é que isso não é uma coisa opcional como eles dizem. Mas o valor integral da entrega não sai do bolso do vendedor.


Você também pode gostar:


Como funciona o pagamento?

Agora, vamos a um dos pontos mais importantes: como funciona o pagamento das vendas na Shopee?
O dinheiro é liberado pro vendedor após o comprador confirmar o recebimento do produto ou passados 7 dias corridos da entrega. 

Após esse período, o valor é creditado na Carteira do Vendedor e você pode fazer o saque direto pra sua conta bancária. E o melhor, sem valor mínimo de saque e sem taxa. Eu gostei do processo de pagamento deles.



Como é vender artesanato na Shopee?

Para quem, assim como eu, vende produtos artesanais, é bom saber que há um limite recomendado de, no máximo, 3% de produtos sob encomenda cadastrados na loja. O restante dos itens precisa ser disponibilizado a pronta entrega.

Sendo bem sincera, para a venda de artesanato, o site não é tão atrativo. Isso porque tem gente vendendo artesanato a preços ABSURDOS de baratos na Shopee. A gente vê peças de crochê, por exemplo, por cada valor que, sinceramente, eu duvido muito que a pessoa esteja ganhando alguma coisa.

Crochê é muito trabalhoso para ser vendido a preço de banana. Ainda mais atualmente, com o preço dos materiais subindo cada vez mais. Eu não tenho a menor intenção de concorrer com quem está vendendo crochê a preço de roupas de modinha de malha.

Então, eu abri este novo canal de vendas, mas mantenho o preço que eu considero justo pelo meu trabalho. Se vender, ok. Se não, paciência.



Vale a pena vender na Shopee?

A resposta para esta pergunta depende muito do tipo de produto que você pretende vender. Como eu falei acima, para vender crochê não vale tanto a pena, mas outros tipos de artesanato, com uma mão-de-obra menos trabalhosa, pode ser que sim. 

Mas, sem dúvida, para revenda de produtos, com certeza vale a pena. Principalmente se forem itens de preço de custo baixo. Porque a Shopee tem essa pegada de preço baixo, frete grátis, entrega rápida... Isso é o que o público dela quer.

Alguns segmentos são mais vantajosos do que outros, mas sem dúvida, estar na Shopee traz uma grande visibilidade para os seus produtos. Além disso, não há nenhum custo para manter a loja ativa no site, você só paga se vender. 

Para artesanato especificamente, eu ainda considero o Elo7 uma opção melhor. Porém, sim, vale a pena vender na Shopee.


Postar um comentário

0 Comentários