domingo, 28 de outubro de 2018

Moda e Arte: Top customizado com bordado inspirado em quadro do Klimt


Que eu amo a união entre moda e arte o nome do blog já entrega, né?! rs Mas, quando consigo juntar estas 2 coisas numa peça de roupa real e palpável, a felicidade é indescritível! E posso dizer que foi exatamente isso o que consegui há uns anos atrás quando resolvi bordar um top tendo como inspiração o quadro A Virgem, de Gustav Klimt.

Este top azul, na verdade, era uma saia que ganhei de uma amiga e quase não usei por ter ficado muito curta e justa. Aí, eu tive a ideia de transformá-la em blusa e, depois, de bordá-la tendo como ponto de partida as formas e cores do quadro do Klimt.

Este quadro estava impresso na minha agenda da época (2005!!). Era a capa do mês de janeiro, como se pode ver na foto. E eu simplesmente AMAVA esta agenda, que inclusive considero a mais linda que eu já tive até hoje! Isso porque ela tem como tema exatamente a arte. Todas as páginas são personalizadas com o quadro de algum artista impresso e também poesias e trechos de músicas.

Você também vai gostar:


Esta agenda acabou se tornando o meu primeiro contato com diversas obras de arte, como o quadro em questão, A Virgem, do Klimt. E ela não é de nenhuma marca de papelaria conhecida, não. Era do PSTU. Sim, o partido político. Uma amiga da faculdade era militante e estava vendendo na época. Eu, lógico, me apaixonei de cara pela agenda e comprei. Gosto tanto dela que guardo até hoje. E sempre guardarei. ❤


Dentre os muitos quadros que estão impressos nesta agenda, um dos que mais me chamavam a atenção era este do Klimt. Eu ficava horas olhando pro movimento angelical e, ao mesmo tempo, sensual das pálidas mulheres da imagem, que parecem flutuar no ar feito fumaça, de tanta leveza... E me perdia nas formas sinuosas e orgânicas dos arabescos e flores meticulosamente pintados por Klimt em tons de violeta e azul, por vezes, contrastando com o amarelo.

Inspirada por estas formas e cores, eu criei uma composição livre, misturando várias técnicas artesanais, tais como bordado, crochê e aplicação de tecido. E, mesmo dentro do bordado, eu utilizei diversos pontos diferentes, como o ponto corrente (meu preferido para tudo!), o caseado, chuleio e o ponto pé de galinha

Já com o crochê, eu utilizei o ponto alto para criar formas parecidas com os arabescos do quadro. O viés do decote em tecido estampado teve a intenção de reproduzir as minúsculas flores pintadas por Klimt. E, por último, a aplicação do tecido branco com estampa delicada também em branco foi para remeter à pele alva das mulheres do quadro.



Na verdade, eu não uso mais este top há muitos anos. Mas ele é meu xodó. E uma coisa é certa: eu nunca vou me desfazer dele! Pois eu gosto muito deste bordado que fiz. É um trabalho que fala tanto sobre mim, sobre a minha necessidade de criar, de tornar cada peça única, de transformar vestimenta em arte...

Mas, me digam vocês, também gostaram do bordado? Acham que realmente remete ao quadro? Ou já personalizaram alguma roupa tendo como inspiração alguma imagem da qual gostavam muito? Me contem nos comentários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Obrigada pela visita! Deixe a sua dúvida ou opinião, que eu responderei o mais breve possível.